quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

a vocês

Natal é um tempo de reflexão, a chegada do final do ano, nos leva a perguntar o que fizemos


e o que conquistamos ao longo desse ano, alguns se decepcionam com o resultado, mas muitos,

ficam felizes com o que se lembram, amizades que foram feitas, amores que conhecemos, alegrias

e tristezas que passamos ao lado de quem amamos!

Tempo de fazer viagens, curtir as férias, sair com os amigos, rever a família que mora

longe, enfim é tempo de se divertir!

O natal nem sempre é celebrado do jeito que deveria ser, os presentes são dados só com

pensamentos fúteis e sem um real significado, quando a alegria do natal deveria estar em

festejar com a família, apenas pela boa compania e pela simples felicidade de ter pessoas

que nos ama tanto!

Nosso mais precioso bem é aquele que vale à pena ouvir, passar o tempo junto e pedir

conselhos, pode ter certeza que nem sempre eles vão concordar com você, mas sim te dar a

melhor e mais segura opção!



E por isso desejo a todos vocês um Feliz Natal e um próspero Ano-Novo, que vocês consigam

sentir a verdadeira energia do natal e que vocês comemorem essa data com pessoas que

realmente se importam com vocês! Um grande abraço e um beijo a todos que adoram essa data

tanto quanto eu!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Não Apresse o Rio


"Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer."
Santo Agostinho

Não apresse o rio
O rio corre sozinho, vai seguindo seu caminho.
Não necessita ser empurrado.
Para um pouquinho no remanso.
Apressa-se nas cachoeiras.
Desliza de mansinho nas baixadas.
Precipita-se nas cascatas.
Mas, no meio de tudo isso vai seguindo seu caminho.
Sabe que há um ponto de chegada.
Sabe que seu destino é para a frente.
O rio não sabe recuar.
Seu caminho é seguir em frente.
É vitorioso, abraçando outros rios, vai chegando no mar.
O mar é sua realização.
É chegar ao ponto final.
É ter feito a caminhada.
É ter realizado totalmente seu destino.
A vida da gente deve ser levada do jeito do rio.
Deixar que corra como deve correr.
Sem apressar e sem represar.
Sem ter medo da calmaria e sem evitar as cachoeiras.
Correr do jeito do rio, na liberdade do leito da vida,
sabendo que há um ponto de chegada.
A vida é como o rio.
Por que apressar?
Por que correr se não há necessidade?
Por que empurrar a vida?
Por que chegar antes de se partir?
Toda natureza não tem pressa.
Vai seguindo seu caminho.
Assim também é a árvore, assim são os animais.
Tudo o que é apressado perde o gosto e o sentido.
A fruta forçada a amadurecer antes do tempo perde o gosto.
Tudo tem seu ritmo.
Tudo tem seu tempo.
E então, por que apressar a vida da gente?
Desejo ser um rio.
Livre dos empurrões dos outros e dos meus próprios.
Livre da poluição alheias e das minhas.
Rio original, limpo e livre.
Rio que escolheu seu próprio caminho.
Rio que sabe que tem um ponto de chegada.
Sabe que o tempo não interessa.
Não interessa ter nascido a mil ou a um quilômetro do mar.
Importante é chegar ao mar.
Importante é dizer "cheguei".
E porque cheguei, estou realizado.
A gente deveria dizer: não apresse o rio, ele anda sozinho.
Assim deve-se dizer a si mesmo e aos outros: não apresse a vida, ela anda sozinha
Deixe-a seguir seu caminho normal.
Interessa saber que há um ponto de chegada e saber que se vai chegar lá.

RELACIONAMENTOS

Tudo na vida gira em torno de relacionamentos: com Deus, conosco e com os outros.
Quem ama se parece com Deus, porque Deus é amor.
Diz a bíblia no livro de I João 4:11: "amados, se Deus assim, nos amou, também nós devemos amar uns aos outros".
Ele é a nossa fonte inspiradora que permite que a amizade seja: sincera, intensa e pura.
Quando colocamos o coração naquilo que fazemos, tudo vai além da excelência.
O trabalho torna-se prazeroso, é satisfatório está perto de pessoas que transmitem simplicidade, tranqüilidade e alegria.
Os amigos deixam a vida com um aspecto melhor.
Agradeço a Deus pela vida de vocês.

A MAGIA DOS GIRASSÓIS

Nossos olhos são seletivos, nós enxergamos o que queremos ver e deixamos de ver o restante, também chamado de ponto cego.
Escolha focalizar o lado melhor, mais bonito, mais vibrante das coisas, assim como um girassol escolhe sempre estar voltado para o sol.
Muitas pessoas vivem se queixando e facilitam a chegada da depressão e é muito fácil encontrar motivos para lamentos.
"Estou de baixo astral porque está chovendo, porque tenho uma conta para pagar, porque não tenho exatamente o dinheiro ou aparência que eu gostaria de ter, porque ainda não fui valorizado, porque ainda não encontrei o amor da minha vida, porque a pessoa que quero não me quer, porque..."
É fácil, muito fácil, pois é só querermos e termos ali, bem pertinho, motivos de sobra para nos agarrarmos e justificarmos a situação.
É claro que existem momentos em que a gente não está bem. Faz parte da vida. Mas, mesmos nesses momentos, devemos buscar, de forma contínua, ter atitudes e iniciativas que possam ir de encontro às coisas boas.
Na natureza, existe uma flor que age dessa forma. O girassol.
O girassol se volta para o sol onde ele estiver. Mesmo que o sol esteja escondido pelas nuvens, lá está o girassol dando costas à obscuridade das sombras e buscando, convicto e decidido, estar sempre de frente para o sol. É esse exemplo que precisamos perseguir, aprendendo a realçar e valorizar tudo de bom que recebemos da vida. Aprender a engrandecer pequenos gestos, positivos, e transformá-los em grandes acontecimentos.
Quando fazemos algo de bom, mesmo que seja a simplicidade de uma pequena ajuda ou de um elogio, coisas que nada custam, mas que geram felicidade para outra pessoas, são momentos de raro proveito que ficam gravados no coração.
O ser humano precisa de beleza. Não da beleza física, mas das coisas belas como um todo. E principalmente da beleza que reside no âmago dos gestos, das pessoas e que são captadas através dos nossos olhos.
Se tivermos a beleza dentro dos nossos corações, ficará muito mais fácil reconhecê-la nos lugares, nas pessoas e nas coisas.
Ela é para nós, uma referência, da mesma forma que sabemos distinguir o bem pela referência que temos do mal.
Para reconhecer a beleza, portanto, é preciso carregar um pouco dela consigo, dentro dos olhos, dentro do coração. Devemos ser como o girassol, que busca o sol, a vitalidade, a força e a beleza.
O cotidiano nos reserva diversos momentos de beleza, e é importante refletir sobre isso. Precisamos enxergá-los com os olhos do coração, para apreciá-los na plenitude.
Apreciar o amor profundo que alguém, em um determinado momento, dirige a você. Apreciar o sorriso luminoso de alegria. Apreciar uma palavra amiga, que vem soar reconfortante, reanimadora. Apreciar a festa dos animais, a alegria e o riso das crianças.
E quando ameaçarmos ficar de novo mal humorados, tristonhos, desanimados, revoltados, que a força do coração nos faça lembrar dos girassóis.
Que nos desvie do caminho equivocado, pois é um verdadeiro equívoco passar os dias sem ver a beleza da vida.

FRASES PARA REFLETIR

"Na vida o que importa é o que você é e não o que você tem". (Desconhecido)

"Coragme é a arte de ter medo sem que ninguém perceba ". (Verón)

"Seja feliz melhor que ontem, e amanhã, melhor que hoje". (Constantino Vigil)

"  O único homem que não erra é aquele que não faz nada". (Roosevelt)

"Eduquem os meninos. e não será presico castigar os homens

FRASES QUE EU ADORO

"É irônico que o símbolo do infinito seja tão usado hoje em dia, quando ninguém mais faz questão de que as coisas durem para sempre". (Bob Marley)

"Eu sou um homem comum, com pensamentos comuns, não há monumentos dedicados a mim e meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda minha alma e coração e isso pra mim sempre bastou". (Diário de uma Paixão)

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

CHARGES CRÍTICAS





CHARGE

A charge é um desenho ou uma pequena história em quadrinhos que possui um caráter humorístico e crítico. Destacam-se pela criatividade e abordagem de temas da atualidade. Os personagens geralmente são desenhados seguindo o estilo de caricaturas.

As charges são elaboradas por desenhistas e podem retratar diversos temas como, por exemplo, assuntos cotidianos, política, futebol, economia, ciência, relacionamentos, artes, consumo, etc.

As charges costumam ser publicadas em jornais, revistas, livros, etc. Com o desenvolvimento da Internet, apareceram vários sites especializados em apresentar charges animadas elaboradas em linguagem flash
.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Planeta Água

Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...
Águas escuras dos rios
Que levam
A fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas
Ronco de trovão
E depois dormem tranqüilas
No leito dos lagos
No leito dos lagos...
Água dos igarapés
Onde Iara, a mãe d'água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão...
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris
Sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes, são lágrimas
Na inundação...
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...
Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...(2x)

Eu, minha casa e meu planeta

Se pudéssemos olhar a Terra de cima, veríamos uma grande esfera azul: é porque o mar toma conta de quase todo o planeta.

Os oceanos compõem cerca de 70% da superfície da Terra, e os continentes ocupam o restante. Ou seja: quase 2/3 do planeta são cobertos de água.
Mas a maior parte desse montão de água é imprópria para consumo. Do total, 97% é água do mar, muito salgada para beber e para ser usada em processos industriais; 1,75% está congelada na Antártica, na região do pólo Norte e em outras geleiras; 1,243% fica escondida no interior da Terra. Sobram apenas 0,007% de água boa para ser usada.

O planeta Terra possui mais água do que qualquer outra substância em sua estrutura. A camada externa da Terra é dura e rochosa e tem até 60 quilômetros de espessura. Embaixo dos oceanos essa crosta não é tão grossa, e chega a 8 quilômetros.

A água é também muito importante para a vida dos animais, pois eles dependem dela para a respiração, a digestão e a reprodução, e o mesmo acontece com o homem.

Grande parte do corpo humano é feita de água, assim como em todos os outros seres vivos: é o elemento em maior quantidade nas células e no sangue dos animais e também na seiva das plantas. Sem água, o planeta seria uma imensidão sem vida.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Anedota e suas consequências

Embora constitua um corpus amplo do ponto de vista linguístico e sociológico,
o gênero anedota ainda é pouco trabalhado nas escolas. Neste roteiro, além
de um trabalho com os recursos que caracterizam esse gênero, pretende-se
despertar nos alunos o gosto pela contação de boas piadas, pois tal atividade
pode desenvolver habilidades de expressão oral e escrita, ampliando a
competência linguística do aluno.
Segundo o dicionário Aurélio, preconceito é um “conceito ou opinião
formados antecipadamente, sem maior ponderação ou conhecimento
dos fatos; ideia preconcebida”.
Causa de discriminação, ele aparece muitas vezes de forma velada, não
explícita. E um dos veículos mais comuns e pouco reconhecidos como
portador de preconceito, por seu caráter humorístico, são as anedotas.
Esse não reconhecimento, entretanto, não estaria ligado a um ato cínico
de quem conta as piadas, mas sim à própria estrutura desse gênero
textual, visto que, de modo geral, as piadas não são acompanhadas de
seus autores (e, como sabemos, assumir autoria é ser responsável pelo
que se diz). Ao contar uma piada, ninguém nunca diz “vou contar uma
piada sobre papagaio, cujo autor é...”, mas “Você já ouviu aquela do
papagaio?...”. Esse caráter “anônimo”, por assim dizer, da piada, permitiria
tratar de assuntos recalcados, mal resolvidos em razão da “proibição” de
se falar abertamente de determinados assuntos.
Assim, se alguém deixa transparecer, por exemplo, o preconceito contra
homossexual, poderá, sofrer as sanções previstas na lei; mas se conta uma
piada sobre gays, o ato será apenas considerado, como comumente se
diz, uma simples “piada”, uma “brincadeira inocente” sem quaisquer
intenções discriminatórias.

ANEDOTA

Uma piada ou anedota é uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê. É um recurso humorístico utilizado na comédia e também na vida cotidiana.
Mas que hoje em dia é usada para ofender e agredir psicologicamente. São preconceituosas quanto a cor, nacionalidade e cultura. 
Às vezes repassamos piadas que ouvimos sem pensar no impacto que causa na sociedade. 
 

quarta-feira, 29 de junho de 2011

O movimento por dignidade

Dependendo do ponto de vista, uns dizem que os servidores não ganharam nada com a greve. Pois é, estão totalmente errados!!
A greve começou exatamente no dia 09/05, por motivos construtivos, como por exemplo, o piso salarial; o de Joinville estava muito baixo comparado  ao valor que deveria estar. O Prefeito, por sua vez, deu desculpas esfarrapadas para não dar o aumento que, urgentemente, precisava dar.
Ano passado também ocorreu uma greve, mas essa durou apenas três dias, pois o Prefeito fez uma proposta que foi aceita pelos servidores.
Este ano a greve durou aproximadamente quarenta dias. Os servidores ficaram em frente à prefeitura em dia de chuva ou em dia de sol, eles estavam lutando pelo que era deles!!
O prefeito por sua vez, sempre dizia a mesma coisa! Mas para quem ainda acha que os trabalhadores públicos, que tem um trabalho digno saíram dessa sem nada, estão completamente errados!! O que eles ganharam ? Dignidade, respeito e acima de tudo mostraram que não são simplesmente peças do tabuleiro, que o prefeito mexe conforme seu joguinho, eles são seres humanos, trabalhadores, pessoas de caráter e que merecem tudo de bom e o que é justo!

quarta-feira, 4 de maio de 2011

E já virou rotina deitar, pensar em você e imaginar momentos ao teu lado. (deargodboy)
Eu quis tanto que nossa história fosse diferente, que acabou tornando-se igual as outras.
Uma pessoa não precisa estar a vida inteira ao seu lado, para se tornar única e inesquecível. Um dia, algumas horas é o suficiente.
(Denis)
É incrível a sua capacidade de conseguir me prender com apenas um “oi” e me fazer sorrir de um modo que eu só consigo com você.

Frio, cobertor e filme… Não adianta ter isso, se eu não tenho você.

São os Hormônios que Falam por Eles.

Uma das principais características aparentes da adolescência é que é nessa fase que o garoto começa a dizer "não". Mais do que isso. O "não" é a sua resposta pronta a todas as perguntas. "Quer tomar banho?" "Não." "Vista um agasalho porque está frio." "Não." "Vá fazer o dever de casa." "Não." É necessário pensar um pouco sobre o significado desse "não". Não se trata apenas de uma resposta recorrente. É mais do que isso. O "não" organiza o mundo interno de um adolescente. O cérebro de um rapaz nessa fase é como um exército repentinamente surpreendido pelo ataque de um inimigo – no caso, os pais com suas ordens. Apanhados distraídos no acampamento, os soldados desse batalhão precisam de um tempo para se preparar para o combate. O "não" faz com que eles ganhem tempo para essa preparação. Defendido e organizado, o comandante desse exército – seu filho – poderá até tomar banho, vestir o agasalho ou fazer o dever de casa. Mas ele fará isso porque ELE quer. Afinal, o adolescente não é mais uma criança que apenas obedece a ordens. Ele está na fase de questionar, entender e aceitar apenas o que julgar justo ou coerente. Mesmo que sua percepção do que seja "justiça" ou "coerência" pareça completamente amalucada.
Essa aparente falta de lógica ocorre porque a rebeldia adolescente tem uma causa, antes de tudo, orgânica. Mais especificamente, hormonal. É por volta dos 11 anos de idade que o adolescente do sexo masculino começa a ser inundado por uma descarga de testosterona. Esse hormônio é o responsável pelo crescimento repentino, pela duplicação aproximada da força física e pela mudança de voz no final da puberdade. Mas está também na raiz da agressividade que o jovem demonstra nessa idade. Quando reage de forma belicosa, ele não faz isso porque o mundo, os pais ou os professores sejam injustos. Ele reclama porque os hormônios assim o determinam. Eu divido o comportamento dos seres humanos em três estilos fundamentais. O vegetal, que busca a sobrevivência pura e simples. O animal, que, cumprindo o determinismo biológico, luta pela saciedade dos instintos. E o humano, inteligente, que se empenha para resolver conflitos e superar dificuldades em busca da felicidade. Esses três comportamentos coexistem em todos os seres humanos. A adolescência, com o primado dos hormônios, seria, segundo essa lógica, a fase "animal" por excelência, em que a inteligência obedece à ditadura dos instintos.
As meninas também estão sujeitas a uma descarga hormonal, que resulta num comportamento psicológico um pouco diferente. Por volta dos 9 anos de idade, inicia-se a produção de estrogênio, que provoca o crescimento para a frente, para trás e para os lados, mas muito pouco para cima. Aos 11 anos e meio surge a progesterona, que provoca a primeira menstruação – e que, no futuro, será responsável pelas funções reprodutivas. Do ponto de vista psicológico, os hormônios femininos têm características menos agressivas. A principal mudança que se nota é a valorização da vida social em detrimento da familiar. Em vez de seguir e obedecer aos pais, elas descobrem as amigas e passam a conviver mais com elas. Passam também a confiar mais nelas do que nos pais. Formam grupos e subgrupos, falam e ouvem ao mesmo tempo, unem-se fielmente e lutam ferozmente quando se sentem injustiçadas. Os hormônios também são responsáveis por uma certa confusão mental. Elas se apaixonam por seus professores de educação física, enviando-lhes delicados bilhetinhos com juras de amor eterno. Divulgam suas idéias e sensações com convicções doutorais, dão sábios conselhos e palpites, para morrer de timidez momentos depois.
Como tratar com esses seres dentro de casa? As receitas óbvias todo mundo conhece. Com diálogo, mas com firmeza, sempre impondo limites quando necessário. O fundamental, no entanto, é ter em mente que se está lidando com pessoas sujeitas a uma bruta descarga hormonal. Há vezes em que o "não" dos meninos ou o ar superior das meninas parecerão descabidos e irritantes, e filhos e filhas bradarão inflexíveis contra argumentos muitas vezes lógicos e pertinentes dos pais. Nessas horas, não há nada a fazer além de ter paciência e esperar. Um dia a adolescência passa, os hormônios se regularizam e a rebeldia cessa como um mecanismo que, de repente, perde o contato com sua fonte de energia.

adolescentes

  Muitos acham que sabem tudo
                mas na verdade não sabem nada
  Muitos são pássaros aventureiros
                que se perdem na geada
  Muitos são crisântemos
               com galhos de pedra e pétalas de cristal
  Muitos são estrelas
                cujo brilho parece imortal
  São o pulsar de um novo mundo
                onde a luz eterna
  encontra um caminho apertado e escuro.
                                                      
                                                        Priscila Jones Aguiar - 8ª série - 1996

segundo trimestre

não fiquei em recuperação em nenhuma matéria!!!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Cadê o Senhor das Águas

Cadê a chuva que traz 
água para eu beber.
Cadê a limpa água do rio 
que me faz  crescer.
Que traz minha felicidade, 
guia minha vida,
Senhor que traz a chuva 
cadê Você ?

Já tentei mudar da minha terra 
mas sinceramente não consegui
longe do meu lar e da minha família 
tive certeza: minha vida é aqui.
com meu gado e minha terra 
minha família consegue ser feliz.
Só olho para o céus e me ponho a pedir 
que nosso bom Pai me faça prosseguir.

Aqui na minha terra gente promete mudar o sertão 
mas na verdade nem conseguiu cumprir
a promessa que fez para o João.
E acham que tem poder acima do bom Pai,
mas passa dia passa noite e da mão deles nada sai.
Só rezo pra que Deus cumpra o que prometeu 
se não todos aqui na terra nunca irão de melhorar 
e o mundo bom que Deus deu, há muito tempo já morreu.


sábado, 23 de abril de 2011

Um professor de Filosofia entra na sala de aula, põe a cadeira em cima da mesa e escreve no quadro: "Provem-me que esta cadeira não existe". Rapidamente, os alunos começam a escrever longas dissertações sobre o assunto. No entanto, um dos alunos escreve apenas duas palavras na folha e entrega-a ao professor. Este, quando a recebe, não pode deixar de sorrir depois de ler: "Que cadeira?"

Antes amigos loucos do que amigos falsos.

Eu falo e me ferro, fico quieto e me ferro. Sério, que merda. (30’MB)

quarta-feira, 23 de março de 2011

Melancia

Com este romance engraçadíssimo e irreverente, a autora irlandesa Marian Keyes conquistou milhares de leitores no Brasil e no mundo. A protagonista Claire tem 29 anos, uma filha recém-nascida e um marido que acabou de confessar que tem um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada. 
Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e muita depressão, bebedeira e choro.Mas ela decide avaliar os prós e contras de um casamento desfeito depois de três anos e quando começa a se sentir melhor, o ex-marido reaparece para convencê-la a assumir a culpa por tê-lo jogado nos braços de outra. Claire vai recebê-lo, no entanto reservará uma bela surpresa para o ex. 

Um Programa Inválido

  UM programa que não leva  lucro algum à sociedade não deveria ser exibido num canal de televisão competente como a globo. Um apresentador bom e um jornalista espetacular deveria fazer algo muito melhor na rede globo. As pessoas que compõe esse programa são pessoas que não têm nada para fazer além de comer, beber, pegar sol, fofocar e arrumar barraco, além de ficar "se pegando" para dar mais audiência, com um programa que nem deveria ser exibido.
 Os telespectadores que ajudam a rede globo a ganhar dinheiro são todos iludidos ao dar lucro a uma baixaria total. Ajudam a promover audiência com ligação e votos, e o que eles ganham com isso? NADA... além de gastar dinheiro e perder tempo? E se ninguém reparou, a maioria que entra no programa já é formado, tem dinheiro e vai ganhar uma fortuna que pra nada vai lhe servir. E já o telespectador que tem uma casa, um emprego e uma vida humilde, gastará dinheiro sem ver melhoras em sua vida, além de ficar sedentário, deitado no sofá, vendo qualquer porcaria que a televisão oferece a troco de nada.

quarta-feira, 16 de março de 2011

O Diário de Uma Paixão

" Sou um homem comum, com pensamentos comuns e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda minha alma e coração e para mim isso sempre bastou".

FELIZ 2011

 Um novo ano se inicia e as responsabilidades voltam a pesar em nossos ombros, mas temos que seguir em frente e pensar nos amigos que vamos rever, nas coisas que vamos aprender e o que vamos conhecer.
  Tudo começa novamente a escola e os cursos.Vamos conhecer novos professores e alunos, temos que deixar o que já aconteceu e pensar no que vai acontecer, nunca desistindo de tentar ser melhor, "pois a vida é uma escalada, mas a vista é linda".


FELIZ 2011, QUE TODOS TENHAM MUITA FELICIDADE, MUITAS CONQUISTAS E QUE SIGAM COM AMOR NO CORAÇÃO, POIS QUEM TEM CONSEGUE ERRAR E SEGUIR EM FRENTE TEM CORAGEM PARA TENTAR NOVAMENTE.